Batalha do passinho reúne centenas de pessoas em Itaboraí

30-400-Batalha-do-passinho-Wesley-Silva-de-15-anos-ou-apenas-Kinzim-Foto-Edmilson-Domingos-41

Foto: Edmilson Domingos

Em Itaboraí, apenas um duelo importou para a população neste sábado (27): a batalha do passinho. E nessa competição, capaz de unir as comunidades e misturar jovens de todas as idades, gêneros e classes sociais, a única estratégia usada pelo grande vencedor é o próprio talento. Mas também teve quem apostou em cortes de cabelo diferenciados e em um estilo de roupa bem peculiar a fim de barganhar pontos e cativar os jurados. Já a rivalidade, comum nesse tipo de competição, somente existiu durante os poucos, mas preciosos segundos de apresentação. Antes disso, o que se via nos bastidores, eram adolescentes unidos e com um único desejo em comum: fazer os ‘pés sorrirem’.

“Muito bom ver que uma competição como essa, bastante comum lá no Rio de Janeiro, esteja chegando com força aqui em Itaboraí. Agora é treinar cada vez mais e ir mais longe”, disse o vencedor da competição Wesley Silva, de 15 anos, ou apenas Kinzim para os mais próximos. Morador da Reta, foi criado apenas pela mãe em uma residência humilde no bairro. Há três anos, segundo ele, encontrou na dança uma das alternativas para se divertir e fazer novas amizades.

A batalha do passinho deste fim de semana, foi uma das atividades da quarta edição, deste ano, da Caravana da Juventude, organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social de Itaboraí. Dessa vez, o evento aconteceu na Escola Municipal Clara Pereira Nunes, no bairro de Nova Cidade. A atividade ocorre mensalmente, mobilizando centenas de adolescentes em cada edição, sempre em bairros diferentes. Além da famosa batalha do passinho, a caravana contou com áreas dedicadas à apresentação de parkour, slack line, rampas de skate, festivais  de talentos e de pipas e viva vôlei.

“A batalha do passinho é um exemplo claro do uso da cultura como ferramenta de inserção social. Nesses dois anos de projeto ajudamos a modificar o olhar sobre essa manifestação cultural, que sempre existiu nas comunidades de Itaboraí, mas que agora ganha força com o apoio da prefeitura. Esse encontro é uma oportunidade que eles têm de demonstrar seus talentos”, destacou Henrique Souza, coordenador municipal de Juventude.

No total, 34 jovens participaram da competição. Os vencedores irão representar o bairro na grande final que será realizada em dezembro.

Estudantes apoiam a iniciativa 

Foto: ASCOM/Itaboraí

Foto: ASCOM/Itaboraí

O evento teve a participação da companhia de dança de Itaboraí R.I.O. A cada edição do projeto, cerca de 500 jovens participam das atividades. Um deles é o estudante Rodolfo Pierry, de 16 anos, que  pela segunda vez participou do festival de talentos da caravana. Assim como boa parte dos competidores, ele aprendeu sozinho as técnicas de dança e vem se aprimorando nos últimos anos com a ajuda de amigos. Para ele, o evento é uma oportunidade de unir as diferentes culturas.

“No Rio Janeiro há poucas oportunidades para a juventude se divertir e dançar. Então, onde tem evento como esse eu vou”, disse Rodolfo, morador do bairro Gebara.

Ele não é o único a sair de um bairro para o outro para acompanhar as atividades da caravana. O morador de Nancilândia, Marcos Eduardo, 15 anos, também percorre os bairros, a cada edição da caravana. Na dança, ele diz ter como inspiração Gualter Damasceno Roch, conhecido como Gambá, o “Rei dos Passinho”. Ele foi morto em 2013, após ser confundido com um bandido.

“A dança tem feito com que muitos jovens optem pela cultura ao invés de seguir pelo caminho do crime. Essa é a segunda vez que participo e posso dizer sem dúvidas de que não há coisa melhor”, disse Marcos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s